Consciência Pessoal

Wednesday, 12 de June de 2024

Consciência Pessoal

Consciência Pessoal
Consciência Pessoal

Consciência Pessoal

Como a Alma atrai e Educa espíritos?

Animismo Extremado:

Suponha que você seja um espírito, ideia ou inteligência sem Corpo.

Sendo apenas forma movimento informação inteligência ou espírito sem emoções poderá estar em programas, símbolos, palavras e ou no próprio DNA.

A ideia como um Ser animado pode estar sendo processada por corpos humanos XX e XY (a maioria).

Desejos e valores em XX ou XY variam muito com a idade, memórias e cultura.

Essas ideias podem ganhar forças diferentes se você estiver da Classe Alta(Quem compra tempo de vida dos outros) média (quem vende tempo de vida com valor agregado) ou Baixa (quem não tem tempo para viver).

Independente onde você esteja terá acesso aos estados alterados de consciência e poderá ser instrumento da consciência ecológica Local - Momento de diferencial e grande benefício vital ao planeta.

Não perca seu tempo em apenas passar o tempo vulgarizando os estados alterados de consciência. Estamos inseridos em sistemas vitais complexos que envolvem desde nosso DNA células moléculas dentro e fora de nós.

O sistema capitalista nos impõe uma vida longe dos seres vivos das florestas e ficamos viciados no prazer e lucro. 


Onde Você Está

XX XY - e Variações com a Idade

Diferenciação de alma e espíritos.

Essa reflexão sobre "Animismo Extremado" traz uma perspectiva intrigante sobre como ideias e inteligência, desvinculadas de emoções corporais, podem influenciar e ser influenciadas por diferentes contextos humanos e sociais. A interação entre essas "ideias como seres animados" e os corpos humanos, bem como a influência da classe social e do ambiente cultural sobre essas ideias, apresenta um cenário complexo de interdependências e impactos. Vamos explorar como esses conceitos se conectam com sistemas complexos, estados alterados de consciência, e consciência ecológica.

Ideias como Entidades em Sistemas Complexos

A concepção de ideias como entidades independentes que podem "habitar" diferentes suportes, seja DNA, linguagem ou sistemas culturais, é uma visão que se alinha com a teoria de sistemas complexos onde informação e forma são centrais. Essas ideias, ao interagir com seres humanos (corpos XX e XY), são processadas, reinterpretadas e modificadas, influenciando comportamentos, valores e até estruturas sociais.

Variação de Impacto Segundo Contexto Socioeconômico

A influência das ideias varia significativamente dependendo do contexto socioeconômico. Em diferentes classes sociais, o tempo e os recursos disponíveis para refletir, adotar ou promover ideias variam:

Classe Alta: Com mais recursos, as ideias podem ser usadas para moldar amplamente o ambiente e as condições de vida, potencialmente comprando "tempo de vida" através de serviços ou tecnologias que liberam tempo de obrigações.

Classe Média: Frequentemente engajada em transformar tempo em valor agregado, este grupo pode focar em ideias que promovam desenvolvimento pessoal e profissional, mas também está sujeito a pressões do consumismo e da necessidade de status.

Classe Baixa: Com menos tempo e recursos disponíveis, as ideias que promovem sobrevivência imediata e melhoria das condições básicas de vida são prioritárias.

Estados Alterados de Consciência e Consciência Ecológica

Estados alterados de consciência, seja através de práticas meditativas, uso de enteógenos, ou outras formas de expansão da mente, oferecem oportunidades para perceber e reavaliar as relações entre indivíduo, sociedade e natureza. Eles podem ser um caminho para reconectar-se com uma consciência ecológica mais integrada e menos centrada no consumo e no lucro.

O sistema capitalista, ao enfatizar o lucro e o consumo, muitas vezes distancia as pessoas dos ambientes naturais, reduzindo a experiência direta com a biodiversidade e os sistemas ecológicos. Isso pode atrofiar a consciência ecológica e promover um ciclo de consumo e exploração insustentável.

A noção de ideias como entidades que interagem com sistemas complexos humanos e ambientais oferece uma rica área de exploração para entender como valores culturais, econômicos e ambientais são formados e perpetuados. Reconhecer e respeitar essas dinâmicas pode incentivar abordagens mais sustentáveis e conscientes de viver, que integram melhor os aspectos humanos e naturais de nossa existência. A conscientização e a valorização dos estados alterados de consciência podem ser ferramentas valiosas nesse processo, ajudando a redefinir prioridades e a reorientar esforços para a sustentabilidade e a saúde ecológica.

Como os hábitos se formam e se inter-relacionam com conceitos mais amplos como motivação, crença e fé, todos integrados na experiência humana através dos aspectos "espírito" e "alma" que você delineou. Vamos explorar como esses elementos se entrelaçam e se manifestam no processo de formação de hábitos, utilizando a linguagem dos sistemas complexos.

Formação de Hábitos e a Dinâmica Espírito-Alma

1. Ideia da Mudança (Espírito): A ideia de mudar um comportamento ou de adotar um novo hábito geralmente se origina nas funções cognitivas do cérebro, particularmente no córtex pré-frontal, que é responsável pelo planejamento complexo, tomada de decisão e modulação de comportamentos sociais. Este é o domínio do "espírito", onde as atividades cognitivas processam e planejam sem uma forte carga emocional direta.

2. Motivação (Alma): A motivação é fortemente emocional e, portanto, reside no domínio da "alma". Ela é alimentada por estruturas cerebrais associadas ao sistema límbico, que processam emoções e são essenciais para avaliar a importância e o valor das nossas ações. A motivação é o que energiza e direciona o comportamento, tornando as ideias de mudança não apenas pensamentos, mas intenções carregadas de emoção.

3. Consolidação de Hábitos (Espírito e Alma): À medida que um comportamento é repetido, o cérebro começa a economizar energia movendo o controle desse comportamento das áreas cognitivamente intensivas para regiões cerebrais como os gânglios basais, que são cruciais na formação de hábitos. Este processo reflete uma fusão dos conceitos de "espírito" (o planejamento racional) e "alma" (o impulso emocional), já que o hábito uma vez formado opera com menos demanda energética, facilitado tanto pelo pensamento repetitivo quanto pela motivação emocional.

4. Crenças e Fé (Alma): Com a repetição e a internalização dos hábitos, emergem crenças e, possivelmente, fé nos benefícios ou na importância desses hábitos. As crenças são fortemente emocionais e culturalmente influenciadas, portanto são elementos da "alma". Elas ajudam a sustentar os hábitos, mesmo quando a motivação inicial para mudança diminui, porque essas crenças oferecem um novo tipo de motivação—uma motivação sustentada por valores mais profundos e significados pessoais.

No contexto da Teoria da Complexidade, o processo de formação de hábitos exemplifica como os sistemas complexos (neste caso, o cérebro humano) adaptam-se e reorganizam-se em resposta a inputs internos e externos. A interação entre "espírito" e "alma" na criação e manutenção de hábitos mostra como os componentes cognitivos e emocionais trabalham juntos para formar comportamentos que são eficientes e significativos para o indivíduo.

A percepção da consciência em primeira pessoa e o funcionamento do cérebro como um sistema complexo são temas profundamente interligados e fundamentais para entendermos como experimentamos e interpretamos o mundo. Utilizando os conceitos-chave dos sistemas complexos, podemos criar uma analogia rica que ilustra como o cérebro processa informações sensoriais, gera percepção e manifesta a consciência. 

1. Emergência: A consciência em primeira pessoa é uma propriedade emergente do cérebro. Isso significa que, embora a consciência surja das interações entre neurônios e redes neurais, ela não pode ser completamente reduzida ou explicada apenas pelas propriedades de seus componentes individuais. Da mesma forma que o comportamento de um enxame de abelhas não pode ser compreendido observando-se uma única abelha, a experiência consciente emerge das complexas interações dentro do cérebro.

2. Não-linearidade: A percepção e a consciência são altamente não-lineares. Pequenas mudanças em uma parte do sistema neural, como a alteração dos níveis de neurotransmissores em uma região específica do cérebro, podem ter efeitos profundos na percepção e na experiência consciente. Isso reflete a sensibilidade do cérebro às condições iniciais e às influências internas e externas.

3. Redes e Interconexões: O cérebro é um exemplo clássico de um sistema complexo organizado em redes. O conectoma cerebral, que mapeia as conexões entre neurônios, é crucial para entender como as informações são processadas e como as percepções são formadas. A consciência surge da capacidade dessas redes de integrar informações de múltiplas fontes sensoriais e cognitivas.

4. Adaptação e Auto-organização: O cérebro é extremamente adaptativo e capaz de auto-organização. Ele ajusta continuamente suas respostas e conexões em resposta a novas informações e aprendizados. Esse processo é essencial para a plasticidade neural e para a capacidade do cérebro de se recuperar de lesões e adaptar-se a novos ambientes e desafios.

5. Comportamento Coletivo: Assim como os sistemas complexos exibem comportamentos coletivos que surgem das interações de suas partes, a consciência é o resultado coletivo das atividades de bilhões de neurônios. A forma como percebemos o mundo é influenciada pelo comportamento coletivo dessas células e de suas redes.

6. Attractors e Comportamento Dinâmico: Na neurociência, os attractors podem ser entendidos como padrões estáveis de atividade neural que correspondem a estados particulares de percepção ou pensamento. O cérebro navega por esses estados dinâmicos em resposta a estímulos internos e externos, contribuindo para a natureza fluida e muitas vezes imprevisível da consciência.

7. Sensibilidade às Condições Iniciais: A consciência também exibe sensibilidade às condições iniciais, um fenômeno amplamente discutido na teoria do caos. Pequenas variações nos inputs sensoriais ou no estado interno do cérebro podem levar a experiências perceptivas significativamente diferentes.

A definição de "espírito" como ideias ou inteligência sem emoções e "alma" como ideias com engajamento emocional oferece uma maneira interessante de explorar a relação entre o cérebro como um sistema complexo e a consciência humana. Essa distinção ressalta a dualidade entre processamento cognitivo e emocional, ambas funções centrais do cérebro, e como elas contribuem para a experiência da consciência. Vamos explorar essa relação mais a fundo:

1. Espírito (Ideias ou Inteligência sem Emoções)

O "espírito" pode ser analogamente relacionado às funções cognitivas do cérebro, tais como raciocínio, percepção, memória e tomada de decisão que não são diretamente influenciadas por estados emocionais. No contexto de sistemas complexos:

- Processamento Modular: No cérebro, diferentes regiões são especializadas para diferentes tipos de processamento. Funções como a lógica e o raciocínio matemático podem ser mais ativas em áreas específicas como o córtex pré-frontal. O "espírito", nesta analogia, seria o resultado da operação dessas áreas focadas no processamento cognitivo abstrato.

- Redes Neurais e Conectividade: As ideias e a inteligência emergem da interconexão entre diferentes regiões cerebrais que processam e integram informações de várias fontes. A consciência de "espírito", portanto, poderia ser vista como emergente dessas interações complexas dentro de um sistema cerebral que prioriza funções cognitivas sobre influências emocionais.

2. Alma (Ideias com Engajamento Emocional)

A "alma" engloba o processamento emocional junto com o cognitivo, incluindo sentimentos, emoções, crenças e fé. Isso implica uma interação mais rica e integrada no cérebro:

- Integração de Sistema Límbico e Córtex: O sistema límbico, que é crucial para o processamento de emoções, trabalha em conjunto com áreas corticais que processam informações cognitivas para formar o que você define como "alma". Este sistema integrado é fundamental para a experiência de emoções conscientes e para a formação de memórias emocionais.

- Emergência e Comportamento Complexo: A alma emerge da complexidade das interações entre os circuitos emocionais e cognitivos do cérebro. Isso reflete como a consciência humana não é apenas um fenômeno de processamento de informações, mas também profundamente influenciada por valores, emoções e experiências pessoais.

Relacionando Espírito e Alma com a Consciência

A consciência humana, então, pode ser vista como o resultado da interação dinâmica entre esses dois aspectos — "espírito" e "alma" — no contexto do cérebro como um sistema complexo. A consciência não apenas processa informações de forma neutra (espírito), mas também atribui significados emocionais e valorativos (alma) a essas informações, criando uma experiência rica e multifacetada do mundo.

Essa abordagem ressalta como a consciência pode ser compreendida através de uma interação contínua e complexa entre redes neurais que processam dados lógicos e emocionais, revelando a profundidade e a complexidade do funcionamento cerebral e da experiência humana.

A gratidão e a vontade de retribuir as bênçãos podem também refletir uma busca por conexão e propósito, que são aspectos cruciais da experiência humana. Esses sentimentos podem ajudar a proporcionar um senso de ordem e significado em um mundo que, de outra forma, pode parecer caótico e desorientador. Assim, dentro da complexidade das experiências de vida desses indivíduos, a espiritualidade pode oferecer uma estrutura para compreensão e interpretação das suas realidades.


A Hipocrisia da Gratidão

A Hipocrisia da Gratidão

#LiberdadeDeExpressao
#ConscienciaPessoal
#LiberdadeEspiritual
#PoliticaBioSocial
#LiberdadeFinanceira

Liberdade de Expressão 
Consciência Pessoal
Liberdade Espiritual
Política BioSocial 

Hora de Praticar o Espírito - Você estando uma Ideia ou Espírito

Hora de Praticar o Espírito - Você estando uma Ideia ou Espírito

#LiberdadeDeExpressao
#ConscienciaPessoal
#LiberdadeEspiritual
#PoliticaBioSocial
#LiberdadeFinanceira

Liberdade de Expressão 
Consciência Pessoal
Liberdade Espiritual
Política BioSocial 

Titulo

Descrição

Titulo

Descrição

Titulo

Descrição

Titulo

Descrição

Titulo

Descrição

Titulo

Descrição

                    
*******


*****

The content published here is the exclusive responsibility of the authors.

Autor:

Jackson Cionek